– Sou Bartimaeus. Sou Sakhr al-Jinni, N’gorso, o Poderoso e a Serpente das Plumas de Praga. Reconstruí as muralhas de Uruk, Karnak e Praga. Falei com Salomão. Corri juntamente com os búfalos ancestrais das planícies. Estive de guarda ao Velho Zimbabué até as pedras caírem e os chacais se alimentarem da sua gente. Sou Bartimaeus. Não reconheço qualquer amo. Por isso, sou eu quem te dá ordens, rapaz. Quem és tu para me chamares?

Jonathan Stroud, O Amuleto de Samarcanda
título original: The Amulet of Samarkand
tradução: Maria Georgina Segurado
Editorial Presença, Colecção Via Láctea(n.18), Lisboa, Abr. 2004
isbn: 972-23-3173-6
citação: página 15

/Tags: , , , , , ,
0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

deixar uma resposta

© 1999.2018 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera
%d bloggers like this: