vinte mais dois

14 Jul
14 Julho, 2009

Esta história, Vinte Mais Dois (1961), de Frank Gruber, que teve honras de adaptação cinematográfica, é de fácil leitura. Mas perde-se a páginas tantas. Mais concretamente a partir da página 146. E apesar de Tom Alder, especialista em descobrir herdeiros desaparecidos, ser uma personagem muito interessante e convincente não salva por si só um romance policial transfigurado em história de cordel, tão típicas da revista Maria. Ficamos a saber, na moral da história, que os maus são sempre maus.

Felizmente temos uma Patricia Highsmith para nos dar um mau bom.

Tags: , , , ,
0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

deixar uma resposta

© 1999.2017 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera
%d bloggers like this: